MEU PET: CHORO DO FILHOTE

07:51

Ontem li esse texto no facebook e achei sensacional, perfeito pra dividir com mães de pet, que estão sofrendo com a adaptação.

“Trazer um filhotinho para casa nem sempre é uma tarefa fácil, pois a adaptação longe da mãe e ninhada pode demorar alguns dias. Um dos problemas mais citados em relação à adaptação é o choro do filhote, que é um comportamento normal do bebê para se comunicar, porém, muitas vezes, difícil de lidar para os novos donos.               

A primeira providência a ser tomada, assim que o filhote chegar à casa nova, é definir o local onde ele passará seus primeiros dias de adaptação. Devemos compreender que, para o filhote, é muito difícil se separar da ninhada e, com certeza, ele estranhará o local novo.

Geralmente, a adaptação é mais fácil para o filhotinho se ele ficar em um local onde tenha a companhia das pessoas da casa, em vez de um local distante e pouco visitado, como a área de serviço, por exemplo.        

Para que reduzir o choro do filhote durante as primeiras noites, providencie um pano com o cheiro da mãe e dos outros filhotes, pois um odor familiar pode acalmá-lo. Também é possível colocar uma bolsa de água morna sob o pano e um reloginho que faça tic-tac, para simular uma companhia. Mas, mesmo com essas providências, se o filhotinho chorar, o ideal é ignorá-lo até que ele pare. Se sempre que o filhotinho chorar e alguém aparecer, mesmo que seja para dar uma bronca, ele pode aprender a chorar cada vez mais, pois o choro é recompensado com a chegada de alguém.

Depois de alguns dias, quando ele já estiver habituado com o lugar novo e com as pessoas, o filhote poderá dormir em um local mais distante, se esse for o desejo da família, pois estará mais confiante. Nesse ponto, o mesmo treino pode ser posto em prática, sempre que o filhote chorar: ignore-o até que ele pare, e só apareça novamente quando ele estiver em silêncio.

Caso o filhote não desista, é possível fazer um som abrupto, como um chocalho de lata, para interromper o comportamento. É importante que essa bronca seja dada sem que o filhote veja a pessoa, pois não deverá relacionar a bronca com a chegada de alguém.       

Lembre-se de recompensar o silêncio do filhote, indo até ele e brincando sempre que ele estiver quietinho. Deixar brinquedos adequados para a idade do filhote, para que ele se entretenha quando estiver sozinho, também é uma boa ideia.    

Com essas dicas, seu filhotinho crescerá confiante, tranquilo e bem adaptado à nova casa e família!”

Fonte Go Walk www.gowalk.com.br



You Might Also Like

0 comentários